Run, Stella, run!

Rum? Não gosto! Bebidinha infame! Devia chamar-se “ruim”!
Não, Stella! Run! Corra! Comece 2011 menos molenga!

Todo mundo sabe que eu amo #not o verão, mas decidi que iria me esforçar em 2011 por amor a meu marido e minha filha, que adoram. Pois bem, e não é que estou gostando? Não estou amando (esse sentimento é reservado para o outono e atinge seu ápice quando chega o inverno), porém posso dizer que tenho me divertido bastante.

Esses dias na casa da Cachoeira têm sido revigorantes. Eu, que de caminhada passava longe, tornei-me adepta do exercício. Estou até correndo! (ok, na maioria das vezes atrás da Rafaella, que me dá uma canseira danada). Clássicas promessas de ano novo…contudo, se levarmos em consideração que hoje é dia 4 e eu ainda não cansei de brincar disto, acho que é uma atividade que pode ter algum futuro. Biquini, protetor solar, cabelos amarrados, óculos escuros, ipod e pronto.

Na praia eu caminho e escuto aquelas músicas que só eu gosto. Às vezes me empolgo e quando vejo já estou balançando os ombros curtindo sozinha minha seleção musical. Quase nunca percebo, é mais fácil quando alguém me olha estranho, então, recomponho-me. Tenho que controlar mais esse instinto de começar a dançar do nada…vai para a listinha de resoluções para este ano.

No mais, os únicos contrangimentos matinais que presencio, não me têm como protagonista (meno male). Resumem-se a erros de concordância nas placas que leio pelo caminho e que me assustam a ponto de quase me fazer tropeçar na areia e cair em cima de uma pobre criança que brinca às margens do mar. :)

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: