Quando acaba?

Amo minha vida, minha família, minhas conquistas, mas…tenho 31 anos! E isso é complicado!

Hoje, no auge do meu stress, perguntei-me sem paciência quando raios essa crise dos 30 iria acabar. Achava que estava no lucro já que a minha começara aos 29. Ledo engano. Olhei em volta e o que eu via nessa manhã de segunda-feira? Uma casa bagunçada, vários livros para ler, uma partitura da música do filme Crepúsculo que eu ainda não comecei a tocar, uma esteira ergométrica me olhando com saudades, o edital de um concurso no Nordeste…ai, quanta coisa! E eu nem li todos os blogs que eu queria hoje!

Gostaria de saber por que coisinhas tão insignificantes ainda me incomodam, afinal de contas sou uma mulher de 31 anos, não deveriam mais me irritar. Não era para eu ser super bem resolvida? Não é isso que se espera das balzaquianas? Li uma reportagem que dizia que aos 31 anos a mulher alcança o máximo de sua beleza (oi?). E vou te contar um segredinho: as mulheres de 30 são todas independentes! Não é legal?

Quero um sistema de cotas para eu entrar nesse samba do crioulo doido também.   :/

2 Comments

  1. Claudia
    Posted 27/10/10 at 9:35 am | Permalink | Responder

    Sabe que eu me faço a mesma pergunta? Não acho a resposta. E olha que sou psiquiatra!! Hehehe! Será que é por isso? Mas pensando por outro lado acho que quando essa crise acabar sentiremos saudade da irritação da juventude!! Ou não! Néia, teu blog é ótimo e venho lendo há algum tempo, relembro os tempos de CCJ em que já fazias teus comentários espirituosos sem ainda a modernidade dos blogs!
    Beijos,
    Clau Naval (lembra?) Huahauhua!

    • stellarivello
      Posted 29/10/10 at 6:42 pm | Permalink

      Bella! Que bom te ver por aqui!
      Pois é, eu vivo me fazendo perguntas, questionando tudo e todos e acho que é por isso que surto de vez em quando. Junte-se à isso a nossa crise dos 30, aí já viu…
      Que legal que és psiquiatra, Clau! Adoro essa profissão e acho psiquiatria fascinante. Por vezes tentei analisar meu psiquiatra, mas não deu certo, não tenho vocação!
      Agora que falaste da Clau Naval (eu adorava!!), lembrei que sentávamos nas últimas carteiras (???) e fazíamos muita bagunça! Ainda bem que somos inteligentes, senão, com toda aquela agitação, estaríamos perdidas hoje!
      Abbraccione e seja sempre bem-vinda aqui no meu cantinho virtual. ;D

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: