Nosso lar

Ontem saí com minha amiga Helô, que mora na California. Ela queria ver o filme “Nosso lar” no cinema, algo ligeiramente diferente dos meus planos de um café colonial, mas tudo bem. Como ela só aparece por aqui uma vez por ano e é uma amigona, eu encarei a programação.

Quando cheguei lá, pensei que na pior da hipóteses eu iria saborear aquela pipoquinha nada light que eles vendem. Estava feliz e empolgada na fila para pegar minha guloseima quando minha irmã diz: “Anda logo, que do jeito que estamos atrasadas o espírito já deve ter reencarnado”. Então tratei de correr para a sala antes que a trama tomasse rumos cruciais.

No final das contas me surpreendi com o filme, apesar de achar que deveria ter lido o livro antes. Os livros são sempre melhores. Na minha ignorância, achava que o filme seria só aquela coisa de fantasma e etc..contudo foi bem diferente. Me fez pensar em tantas coisas. Refleti que o que temos hoje nas nossas vidas é um presente, por isso chama-se assim, não é mesmo? Todavia há tantos planos espirituais que não temos noção…nem sequer imaginamos.

No final do filme, eu já estava toda emocionada ali no meu cantinho e quando as luzes se acendem minha irmã diz quebrando totalmente o clima: “Orra! Olha a quantidade de gente que não tem mais o que fazer na vida?! Plena segunda feira e a galera aqui curtindo um cinema no shopping. Ninguém trabalha, não?” :)  Ai, eu ri muito!! Como se nós não estivéssemos ali também!

Ma enfim, o filme passa uma mensagem bonita de respeito, aceitação, amor e redenção. Minha religião é outra, mas admito que fiquei intrigada. Só que fiquei impressionada e não consegui dormir direito à noite. Tola, né? Eu sei.

2 Comments

  1. Posted 14/09/10 at 7:51 pm | Permalink | Responder

    A diferença é que depois de pegar um cineminha a tarde, eu trabalhei até de madrugada para compensar. Du-vi-do que outro cidadão ali tenha feito a mesma coisa. :) Como disse a lolô com toda sua sabedoria: “é lóu, você escolheu a profissão errada. mas tua sorte pode mudar!” Me ralei feelings.

    Mas saiba que piadas a parte eu gostei do filme também. Eu sou bem open minded com doutrinas, religiões, ou até falta de religião alheia. :)

  2. stellarivello
    Posted 15/09/10 at 9:08 pm | Permalink | Responder

    Acho que estás na tua mais perfeita profissão!
    E Heloisa, sua ixtepô, pára com essas histórias, já não basta ter sonhado que eu estava contigo no breu? Ixtepozinha da estrela. ;D

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: