Quem disse que eu tenho o controle?

Aqui em casa tenho dois monstrinhos. O monstro pai e a monstrinha filhinha. A alimentação desses seres consiste basicamente em...controle de TV a cabo!

É incrível. O Gustavo, quando está em frente à TV e tem que sair, leva o controle junto. Ele liga no canal que ele quer (leia-se futebol ou Discovery naqueles programas que engenheiros curtem) e se tem que ir até a cozinha preparar um sanduba, leva o controle, se tem que colocar o carro na garagem, leva o controle…que obsessão!

Já minha filha trabalha o efeito-surpresa. Esconde o controle já curtindo a certeza de que no futuro procurá-lo-ei e não o acharei. Dias atrás passei a manhã inteirinha estudando matemática com ela, faxinei a casa (Amélia feelings), organizei meus livros e finalmente a levei ao colégio. Depois daquela manhã exaustiva, dirigindo de volta para a casa, pensei comigo mesma: “Ai, que bom, dever cumprido. Assim que chegar vou fazer brigadeiro de panela e assistir à minha TV italiana na moral”.
E…e…eis o efeito-surpresa! Cadê o controle? Procurei pela casa toda e nada dele. Não precisa dizer o quanto eu fiquei louca da vida, não?

Mais tarde, naquele mesmo dia, quando fui colocar Rafaella na cama perguntei, já imaginando sua culpa no cartório, aonde é que ela havia escondido o controle e não deu outra: “Em baixo do travesseirinho da minha boneca, mamãe”. E um misto de satisfação e sono iluminou seu rostinho de criança sapeca.

One Comment

  1. soninha
    Posted 28/04/10 at 7:15 pm | Permalink | Responder

    Aqui em casa, eu o vovô dela já encontramos o dito controle nos lugares mais inusitados. o último
    esconderijo foi no móvel da lavanderia, no meio das roupas pra passar! Até na geladeira ela colocou uma vez, a sapequinha.

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: