Na cama com a Barbie

Rafaella nunca deu muita bola para as bonecas Barbie que tem. Sempre preferiu brinquedos como caixas-registradoras, pedrinhas, bonecos de kinder ovo, cestinhas e livros. Contudo, de uns tempos para cá ela se encantou com as Barbies. Separa-as por cor de cabelo (ou seja: separa os 80% de Barbies loiras dos 20% de morenas e ruivas), depois por tipo de roupa e por fim decide quais parecem pré-adolescentes, adolescentes e adultas. Esta última classificação eu acho demais.

São 26 no total e ela consegue lembrar da profissão que inventou para cada uma delas, qual é irmã de qual, qual é prima, qual ela não gosta (sim, ela tem seus desafetos) e a história pessoal de cada uma. Bom, uma coisa posso dizer: ficam horas malhando! Pego aquelas bonecas e me dá até uma aflição. Entendi por que é tão difícil achar uma comida de Barbie nas lojas de brinquedo, pois não comem at all!

Rafaella já transformou um Ken em “Ken EMO” com os olhos bem marcados por canetinha preta e o Aladdin que eu trouxe em 94 da Disney (quem é pobre guarda, meu bem) virou algo como surfixtão do Riiio, pois Rafinha trocou todo o seu figurino. Além dessas, há também as Barbies falsificadas que ela ganha na pescaria da festa do Divino e que trata com igual amor. Amo que ela tenha atitudes assim!

Depois de me fazer brincar um tempão de palácio das Barbies (tem a salva-vidas, a guardiã, a intrusa, a irmã adolescente, mto engraçado!), ela foi dormir junto com as 26 bonecas! Daqui a pouco vou lá começar a função de recolher tudo…Só quem é mãe sabe feelings.

5 Comments

  1. Posted 27/02/10 at 6:42 am | Permalink | Responder

    Isso me lembra a quantidade de Barbies suas e de sua irmã. Meu tormento era ficar catandoos mini sapatinhos e brincos e e e etc pela casa. O auge foi a primeira comunhão da Carol, a vovó Tela vestiu todas de vestidinho branco e enfeitou a mesa da festa. Estava inaugurada a ” Barbie primeira-comunhão”. A gente deveria ter lançado no mercado.
    ” amo minha neta MUITO”

  2. Posted 27/02/10 at 6:43 am | Permalink | Responder

    Amo essa minha neta!

  3. Posted 27/02/10 at 12:50 pm | Permalink | Responder

    26… que coleção valiosa! o máximo que tive foi 15. e nenhuma ruiva ou morena. triste! ):
    Stella, deixo aqui meu apelo: não faça como minha mãe.
    NUNCA dê as Barbies da sua pequena pra filha da faxineira que mora na Chico Mendes.
    te imploro. #mágoasdainfância hahahaha

  4. heloisa
    Posted 03/03/10 at 8:45 pm | Permalink | Responder

    Coitada da barbie guardiã…. A Barbie empregada e a faxineira…. ahhahahha Adoro a Rafa!

  5. stellarivello
    Posted 06/03/10 at 7:15 pm | Permalink | Responder

    Hhahaha, Maria, bella, também tenho minhas mágoas de infância, como quando tive que jogar fora meu poster do John Lennon em sua fase “imagine”. Triste!

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: