Para ser mãe tem que ter disposição

Para ser mãe tem que ter disposição. Isto é fato. E para alguém cuja atividade física consiste em secar os cabelos, a tarefa é…digamos…um pouquinho mais árdua.

Nunca fui de brincar o tempo inteiro com minha filha, mas quando eu brinco eu brinco mesmo! Hoje, quando a levei ao colégio, fiquei esperando a aula começar no parquinho. Rafaella e seus coleguinhas me convenceram a brincar de esconde-esconde com eles, então lá fui eu, né? Imaginem a cena: Stella toda cheirosa, arrumadinha, de vestido e (para variar um pouco) salto agulha correndo atrás de um monte de crianças incansáveis.

Resultado: fiquei sem fôlego, me descabelei toda, quase quebrei o salto de tanto correr, mas valeu a pena. Acho que eles se divertiram bastante! Outro dia a coleguinha dela disse “Ai, gente, a mãe da Rafa é tão legal!” Pronto! Ganhei na mega-sena!

Mas nem que eu me esforce muito eu vou conseguir ser como a minha mãe. Ela era a mais legal! Era estressada, tinha chiliques, mas todas as minhas amigas a-do-ra-vam vir na minha casa! Lembro até hoje de uma copa do mundo em que ela imitava o Araquem, o showman na nossa garagem e todo mundo caia na gargalhada!

Ok, essa do Araquem denunciou minha idade.   :/

4 Comments

  1. soninharivello
    Posted 27/11/09 at 3:07 pm | Permalink | Responder

    Stella, há dias em que eu penso não ser legal, essas coisas de culpa que você sabe que eu tenho.
    Fico pensando em como ajudar sua irmã e você. Estou cansadinha nesse fim de ano, parece que vai chegar o Natal e nunca dia 18-12 para entrar em férias. Ando choroninha… mas seu post me faz acreditar um pouco em mim mesma, no quanto eu devo ter sido legal alguma hora. Lembro-me , sim, de brincar com vocês, de imitar louca na rua, rir no meio da missa, imitar os outros, levar você, a Carol, a Naninha e Lolô à praia, com um arsenal de pequenas felicidades: radinho, dinheiro pro picolé, pro sorvete, milho e mil etc, de rirmos dos argentinos ( desculpe, era mais forte do que eu). Mas o que mais me faz sentir melhor é saber que alguma coisa de bom eu fiz mesmo para você ser essa menina tão legal, tão amiga.
    Somos nós sempre, amada, as poderosas , as meninas unidas; Mamãe, Stella, Carol e Rafaella.
    Obrigada por fazer minha tarde mais feliz e digna, obrigada , Deus, pela filha que tenho.

  2. stellarivello
    Posted 27/11/09 at 3:36 pm | Permalink | Responder

    Mi vuoi far piangere, vero? :) Sei la più brava! Sempre!

  3. Debora Esteves
    Posted 27/11/09 at 7:03 pm | Permalink | Responder

    Que lindo, parabéns mulheres guerreiras e DE VERDADE!

  4. Helo
    Posted 01/12/09 at 1:08 pm | Permalink | Responder

    IIIIIIIIIIIII acho que não tenho esta disposição! Será que agora é tarde demais para pensar nisso?

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: