Mamãe, hoje é sexta-feira?

Todo santo dia eu escuto a pergunta: “Mamãe, hoje é sexta-feira?”. Isso porque sexta é dia de levar brinquedo para a escola. Mas vocês me conhecem, nem sempre me lembro e aí já viu…contudo, deixem-me justificar esses lapsos:

Para começar, hoje de manhã acordei e achei uma linda lista que meu marido havia preparado com coisas para eu fazer no centro da cidade. E lá fui eu, né? Com aquele humor que me é peculiar nesses casos. Praticamente uma office girl (se é que isso existe) caminhando com meu salto plataforma em cima daqueles paralelepípedos, indo em milhões de bancos, escutando música no ipod e xingando em pensamento meu querido esposo, prometendo a mim mesma que aquela odisséia sob o sol escaldante de Florianópolis ia ter uma vingança! E ia ser maligna! A cada hora que eu olhava a lista, parecia que ela crescia! Terá sido um pseudo-efeito alucinógeno gerado pelo meu stress não tão psicológico?

Enfim consegui resolver todos os itens contidos na listinha. Me senti uma heroína! Havia acabado de salvar o mundo! Fui então correndo para casa, peguei minha filha, coloquei no carro e voamos para o colégio. Chegando lá veio a fatídica pergunta. E o pior: era sexta-feira! O que fazer? Já estávamos atrasadas. Abri o porta-luvas do carro na esperança de haver algum brinquedo ali. Mas não havia. Só estava ela, a Lady, sim a “Lady Murphy”. Ai, que desespero! Comecei a revirar aquilo porque sempre fui da teoria de que essas leis de Murphy só existem para quem acredita nelas, então achei uma bandeirinha do Brasil bem velha que estava ali desde o dia em que fomos ver o desfile de 7 de setembro (que por sinal, foi “O” programão cilada, mas conto outro dia).

Peguei aquela bandeirinha morrendo de vergonha, e constrangida, mostrei para a minha filha, que sendo a criaturinha mais maravilhosa do planeta, abriu um sorriso e disse “Minha bandeirinhaaaaa!!!”. Pegou a bandeirinha velha e carcomida pelo tempo e foi alegre e saltitante para a aula como se tivesse acabado de escolhê-la numa loja de presentes.

5 Comments

  1. Klenize
    Posted 06/11/09 at 9:15 pm | Permalink | Responder

    Criança é o máximo! Precisamos aprender com elas!!! Bjos!!!!

  2. soninharivello
    Posted 06/11/09 at 11:29 pm | Permalink | Responder

    Eu amo minha neta!!!!

  3. Helo
    Posted 09/11/09 at 6:08 am | Permalink | Responder

    PRECISO OUVIR A HISTORIA DO 7 DE SETEMBRO…. Parece ótima ;).
    A Rafa é a mais querida, como no dia que vc contou que eu estava na disney e ela te pediu para ir a disney, e vc disse, na Disney a mamãe não tem dinheiro pode ser no Beto Carreiro, e ela saiu saltitante “eba vamos ao Beto Carreiro”

  4. Debora Esteves
    Posted 09/11/09 at 9:35 am | Permalink | Responder

    É… “Eu fico com a pureza da resposta das crianças” É a vida! É bonita e é bonitaaaa!

  5. Clarissa
    Posted 09/11/09 at 6:35 pm | Permalink | Responder

    Essa Rapha é um sucesso ! Que figurinha iluminada ! Beijo!

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: