Kinderlândia

Minha filha adora Kinder ovo, mas claro que é por causa da surpresinha. Ela até come o chocolate, mas vibra ao abrir aquela embalagem com o brinquedinho. Quando ela chega com aquelas coisas de montar para mim, já vou logo dizendo: “Leva para o teu pai, que o engenheiro é ele.” Sério, não tenho a mínima paciência de montar aqueles bonequinhos. A mí-ni-ma.

Depois de enriquecermos a Ferrero comprando Kinders, ela juntou badulaques suficientes para fazer uma Kinderlândia, que é a cidade formada pelas surpresinhas e mais tudo quanto é objeto pequeno que ela ache dentro de casa. Como eu não tenho saco disposição para brincar disso, ela achou a pessoa ideal, aquela que não reclama nunca, que poderia ficar dias brincando sem parar: minha mãe. As duas se juntam e a bagunça toma conta.

Descobri que essa tal de Kinderlândia é formada por 2 acampamentos: um pobre e outro rico. No rico as pessoas são comportadas, bonitas e tudo funciona e no pobre o acampamento é feio e as pessoas são malcriadas. Ela então se diverte tomando conta do acampamento rico, enquanto minha mãe tem que ficar com o outro. As vezes acho que Rafaella é meio sádica! Toda desgraça que acontece no acampamento pobre a faz rir de gargalhar. Ela chegou a me dizer que o que ela mais gosta na brincadeira é quando a vovó passa trabalho.

E sabe o que ela acabou de me dizer? “Ai, mamãe, eu queria que todas as crianças fizessem uma Kinderlândia para encher o saco das avós delas”.      Gzuiz!

2 Comments

  1. sonia
    Posted 08/08/09 at 10:18 pm | Permalink | Responder

    Amo minhas filhas, mas minha neta é especial. Faz brotar em mim valores nunca pensados, como o da paciência.
    Por ela, brincarei de Kinderlândia para sempre!!!

  2. Posted 13/08/09 at 6:56 pm | Permalink | Responder

    Oi Stellita, se eu soubesse tinha trazido uns kinderovos diferentes pra ela…

    bjo dani

Comente

Required fields are marked *

*
*

%d blogueiros gostam disto: